Para os mais distraídos deixamos aqui notícia sobre a chegada dos NPCs Comerciantes! Agora, podes ir ter com o Abel Pedrosa à entrada da mina para comprar minérios. Aproveita também para passar pela Feira da Ladra onde se encontra a Estela, a Cigana, que vende várias cabeças entre outros itens exuberantes e, com sorte, ainda te lê a sina na palma das mãos. Um pouco mais ao lado, junto ao cais, berra um “Ahoy!” ao Nuno Navega, o destemido navegador que te poderá facilitar na descoberta de templos pelos mares atribulados do mundo Amália. Com os pés bem assentes na terra está a Lúcia Campos que vende ovos de animais, entre outras coisas, na sua quinta, ao lado do campo de futebol. Mas se não tens dinheiro que chegue e o que precisas é de ganhar uns trocos, podes vender ao Artur todos os bens preciosos que adquiriste nas tuas explorações subterrâneas, na loja “Compro Ouro” em frente à Igreja, após o jardim. Desta forma, poderás dar mais uso aos teus escudos e comprar ou vender objectos que não costumas encontrar tão facilmente.

2016-05-03_20.08.49

Se queres deixar as transacções para a casa do comércio, podes apenas conviver com o poliglota sensual Fernando que trabalha para o bronze na praia, ou jogar um pouco com os restantes habitantes do Limbo no famoso, mas secreto, casino clandestino.

Por fim, certifica-te que lês as instruções afixadas junto de alguns NPCs, a Administração não se irá responsabilizar pela incorrecta utilização e respectivas consequências. Não deixes de explorar todo o Limbo, nunca se sabe quando poderá surgir um novo habitante repleto de surpresas!